sexta-feira, março 28, 2008

Sensação Sentida


Desperta-me os sentidos.

[sopra-me ao ouvido para que te capte com atenção em minha memória]

Sussura-me o alento da vida.

Quebra-me a inspiração, para que

o teu toque faça renascer as palavras ousadas

que em mim guardo.

Sem pontuação alguma quebra-me a leitura de ti

incendeia-me as frases com o toque dos teus lábios.

Vamos ser sentidos sem direcção pré-destinada.

Sente-te, no meu sentir [tão teu].

8 comentários:

Divinius disse...

Tanta energia:)
*

Lord of Erewhon disse...

Gostei da redundância do título, de facto, é preciso sentir o que se sente.

Dark kiss.

O Profeta disse...

Sentes no imenso...


Esta é a alma que voa de um Profeta
Ao encontro do teu sentimento
Este é o sal de alva espuma
Que te ofereço e diadema de espanto…

Olhos de alma, da tua alma
Quero-os no cais da minha chegada
Espero por ti em manto de ternura
No encontro da minha caminhada


Bom domingo

Mágico beijo

MADRUGADA... disse...

Passei por aqui para deixar a minha impressão digital.

Gostei do texto.

Anônimo disse...

muito bonito mesmo só tu para fazeres com k um texto tão simples mas ao mesmo tempo tão forte toque sem tocar... N.M.

Ana Si disse...

a intensidade das tuas palavras deixou me sem reacção ... exige esse sentir! Fantástico ...

O Profeta disse...

Uma valsa apaixonante...uma sublime entrega?


Doce beijo

Paulo Moniz disse...

...gosto, gosto, gosto!!**